Sobre aquele alguém

Muitos cruzam nossos caminhos, porém são poucos os que realmente fazem diferença em nossas vidas. Vivemos mergulhados em um processo constante de cativarmos e sermos cativados. E é maravilhoso quando conhecemos alguém especial. Uma pessoa que não é morna como as outras. Que permite que sintamos o calor da vida com sua total intensidade. Que nos momentos frios, inevitáveis como são, está bem ao nosso lado. Alguém que consegue nosso melhor sorriso. Que enxuga as lágrimas desnecessárias. Que nos fascina com seu jeito de encarar a vida. Enfim, que nos faz entender as mais sublimes poesias, palavra por palavra. Até porque essas pessoas trazem os verdadeiros significados. Parecem perfeitas, não é? Entretanto, elas não são. O encantamento que sentimos funciona igual a uma máscara. Por isso precisamos compreender que, assim como nós, elas são suscetíveis a erros. Algo completamente normal. E não é por isso que deixaríamos de amá-las. O amor não se encontra somente na felicidade, mas sobretudo nos momentos de dificuldade.

Amar é nada mais do que querer bem. Ver essa pessoa especial feliz. Seja conosco ou com outra pessoa. Isso é bem difícil de entender. Contudo, não é impossível. Para isso, é essencial limparmos nossos olhos e retirarmos as impurezas do egoísmo e do orgulho. Claro que queremos estar com quem amamos, porém às vezes não é possível. Não é isso motivo para revolta. A vida, incógnita por si só, nos reserva sempre o melhor. É vital crer nisso.

O verdadeiro amor não é como retratado nos contos de fadas. Ele não termina com “Felizes para sempre”, já que não tem fim. Nem podemos dizer que estamos em busca da nossa metade da laranja. O amor não une duas partes incompletas. Ele é uma troca de pessoas completas. Muito menos deveríamos afirmar que queremos alguém que nos faça feliz. Esse é nosso dever. Relacionar é proporcionar momentos felizes ao outro. Não esperar por isso. É ter mais atitude.

O amor, belo e forte, é algo invisível. Logo, o que realmente importa, nós não vemos. Requer coragem para ser desbravado. Exige sacrifícios. Perdão constante. Muita paciência. Aparentemente, é difícil. Mas a recompensa que ele nos dá faz tudo valer a pena. Porque o amor é causa e consequência. Do começo ao infinito. Fomos feitos por ele e para ele. E não há nada melhor nesse mundo do que amar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *