Já é quase amanhã…

Já é quase amanhã, e os movimentos ainda são inertes,
Os pensamentos ainda retrógrados,

Já é quase amanhã, e os pares de olhos que se fecham ao infinito ainda crescem,
A negligência à vida ainda se eleva,

Já é quase amanhã, e o racismo estrutural ainda permeia os aspectos sociais,
A cor da pele ainda segrega a sociedade,

Já é quase amanhã, e o racismo institucional ainda existe,
A violência ainda se dissipa,

Já é quase amanhã, e os gritos por clemência ainda são abafados, sufocados,
O poder ainda se desequilibra de seu limiar,

Já é quase amanhã, e a justiça ainda se distância,
Os valores ainda se distorcem,

Já é quase amanhã, e seus pensamentos ainda permeiam o que já não é,
o inacreditável torna-se realidade,

Já é quase amanhã, e você ainda se embriaga com mentiras,
Você ainda se cala perante injustiças,

Já é quase amanhã, e a ameaça ao futuro está clara,
O caos ecoa,

Já é quase amanhã, e o quão bons não somos, haverá, ainda, chance em ser

Já é quase amanhã,
Porém, ainda nos restam instantes.

5 comentários em “Já é quase amanhã…”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *