] insira o título aqui VII [

1. ALBERT EINSTEIN.

Todo mundo é um gênio. Mas, se você julgar um peixe por sua capacidade de subir em uma árvore, ela vai gastar toda a sua vida acreditando que ele é estúpido.

2. O GRANDE TESOURO.

Ser humano mas não humano. Ser imperfeito mas não poder errar. Nascer idealizando. Viver buscando sua própria idealização. Morrer como quem se satisfez com a própria vida. Morrer como quem se frustrou com cada segundo dela. Passar por cima de qualquer um. Tentativa falha de subir ao pódio usando como escada os elos mais fracos. Viver uma ilusão constante. O mérito próprio não é mais a moeda da sociedade. Pilotar o navio sozinho. Sentir cada segundo de esforço. Conquistar uma uma tripulação. Seus contatos o levam ao topo. Seu mérito é baseado em probabilidades.

3. PARÊNTESES INVERTIDA. DIREÇÃO SUL.

Ele não se contenta com felicidade ou tristeza, seus sentimentos são mais complexos que isso. Já ela, busca a simplicidade do sim e do não. O rapaz se concentra em não permitir que percebam seu real estado de espírito, portanto mantêm seus lábios sempre em parênteses, em direção sul. A moça, ainda que procure a prática de seus sentimentos e a simplicidade do pensamento concreto, não consegue desenvolver autocontrole capaz de manter-se indecifrável. Esta, demonstra as mais variadas expressões mas não as sente. O outro esboça o menor número possível do que pode revelar seu estado interior, mas sente tudo que não pode controlar, mas pode esconder. A garota provoca nele todas os sentimentos possíveis, o garoto provoca nela todas as expressões já imagináveis pelo ser humano. Eles colocam um parênteses invertido em direção norte no rosto um do outro. 

4. A VERDADE.

A mentira é que escrever não é o reflexo da alma. Que a leitura não é a melhor coisa da vida de um bom apreciador das palavras. A mentira é que podem existir pessoas que odeiam ler, enquanto o que não é mentira, é que as pessoas simplesmente encontram coisas que substituem a leitura ou não encontraram seu tipo de palavras ideal. A mentira é que todo texto é texto. O que não é mentira é que todo texto é arte.

5. ESQUEÇA…

mas lembre-se.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *