Apenas não julgue

Águas passadas
Ventos levados
Liberdades trancadas
Sorrisos fechados

O tempo mudou
Mas nem tudo melhorou
O preconceito continuou
e a ignorância ficou

Brancos são chefes
Negros são empregados
Cadê os mestres?
A obrigação é parar
Para o mundo continuar

Magros e gordos
Tudo em um só corpo
Não vejo diferença
Já posso assinar sua sentença?

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *