A vida como um livro

Acho que a vida não passa de um livro. E nós não passamos de escritores. Pense bem. Cada ano é como se fosse um capítulo. Cada dia que vivemos é como se ganhássemos uma página nova para podermos escrever. Nessa perspectiva, é possível perceber o quão poderoso nós somos. Ninguém pode mudar nossa vida, a não ser nós mesmos. Às vezes, deixamos que o outro escreva por nós. É por isso que sofremos. Somos nós os autores de nossas histórias, não os outros. Eles podem nos criticar e dizer coisas terríveis. Mas basta não colocarmos isso nos nossos livros. É só ignorar.

Criar uma história feliz parece muito complicado, mas é simples. O que precisamos é saber selecionar e escolhermos os personagens, ações e pensamentos positivos para colocarmos em nossas páginas. Ao mesmo tempo, deixarmos de lado aquelas ações e pensamentos que nos fazem mal. O mesmo se dá para as pessoas que não gostam de nós: elas só têm mau gosto. O que podemos fazer é desejar o melhor para elas e seguir em frente. Isso é viver bem.

Assim, dia após dia nós sonhamos e batalhamos para tornar o irreal em algo concreto. Como somos bons autores, devemos sempre investir em nossos sonhos e na nossa imaginação. Perdermos nossos medos. Termos coragem e calma. Só assim é possível conquistar o que queremos. Já que é de palavra em palavra que construiremos lindos textos, que formarão um enredo simplesmente maravilhoso.

Bom, todos sabem quando essa história começa, porém ninguém é capaz de dizer quando ela acaba. Todos sabem que existe um fim, mas é impossível prevê-lo! Muito menos evitá-lo. A morte, como dizem, é a única certeza que temos em vida. E isso nos mostra que é essencial vivermos intensamente. Não sabemos se estaremos aqui amanhã.

Portanto, escreva da melhor forma que puder! Use as melhores palavras. Capriche na sua escrita. Se errar, não se preocupe! Só erra quem tenta. E quem tenta, está no caminho para o certo. Logo, vamos viver de tal maneira que quando a tinta da caneta estiver acabando, possamos dar uma olhada para trás, sorrir e ver quão bela foi nossa vida!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *