A brevidade da vida

Vida, o que é a vida?
Período de tempo em que o coração ainda palpita?
Não, ao meu ver, muito simplista.
Então, o que de fato seria?
Ah, a vida… ar entrando pelos pulmões
Sentimentos e emoções viajando sem interrupções.
Viver é muito além do que simplesmente estar vivo
É a aventura e a incerteza do porvir
É ter borboletas no estômago
É ter uma razão para continuar respirando
É lembrar e ser lembrado
É deixar uma marca na história
Uma vida que não isso, não merece ser vivida
Uma vida que não isso, não passa de uma sobrevida
Uma vida que não isso, é desperdício de tentativas.
Viva o que há para ser vivido
Viva amores de verão
Viva sentimentos fora de razão
Viva o que a vida lhe trouxer
Viva, simplesmente, viva!
Porque a vida é breve e não dá segundas chances

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *