Poesia

Beyond Infinite

Até quando nosso orgulho permanecerá falando mais alto do que o nosso senso de fazer distinção entre certo e errado? Até quando continuaremos a arriscar nosso futuro com atitudes tolas e imaturas? Até quando o mundo resistirá à destruição progressiva propagada por seus próprios habitantes?   De que adianta se preocupar em procurar vida em …

Beyond Infinite Leia mais »

Tribunal Parcial

. Sem condições de se imaginarTotalmente parciais em seu julgarFazendo “inocente” um certo popular Superiores a Deus sabe lá o quêToscos em suas ações pelo que se vêFrios, colocam a justiça a mercê Simplesmente negam a verdadeTirania mostram com facilidadeFutilmente, ignoram a impunidade Suspeição associam a um “herói nacional”Tendenciosos votam a favor de modo banalFacciosos …

Tribunal Parcial Leia mais »

A solidão de um alguém

Era uma vez um alguém sem destinoNa verdade, era mesmo sem sentidoDizia sentir mesmo sem entender.Amava, sem ser amadoOdiava pela reciprocidadeTudo o que sabia era ser negativoSem a coragem de sentir a emoçãoDe viver como há de se viverAgradecendo pelo pouco.Expressando os sentimentos,Para a reciprocidade alcançar,E, talvez, deixar-se ser igualmente amado.Ajudando, mesmo quando muito odiadoEstendendo …

A solidão de um alguém Leia mais »

Poesie-se

A poesia não tem forma,Tem história, tem saboresA poesia é deleite pela manhã,É sinfonia de água corrente,O doce aroma da chuva recente.É o amor de verão em versosÉ a aventura do porvirA alegria de uma utopiaPoesia é imaginar o inimaginávelPoesia é sentir, é viver, é sonharAlém do que a vida tem a proporcionar Poesia é …

Poesie-se Leia mais »

Não vale a pena

E das vozes mais um canto… Para quantos? Pouco para tantos A todos meus amores Do intenso ao mais brando. O cego amor foi enxergando. E de cada sonho, fui acordando. Me decepcionando… E com tanto tempo me importando Fui cansando. Não, não é sobre minhas dores Nem mesmo os dessabores. Escrevo sobre as cores …

Não vale a pena Leia mais »

Eu Sinto Saudades

Eu precisava escreverNem precisa ter rimasApenas das palavras desfazer Não é apenas um simples fatoÉ que não sei como te dizerÀs vezes pareço estar meio afastado…Mas sempre o mais perto desejo ficarNão é apenas um sentimento fútilEscrever talvez seja melhor para me expressarTalvez sejaA única maneira que encontrei para te falar Não sei se estou …

Eu Sinto Saudades Leia mais »

Beija-flor

Beije, beija-florCom todo seu esplendorBeije, beija-florEnquanto ainda és meu amorBeije, beija-florPara que não desfaleça toda a primaveraBeije, beija-florPara que floresça quem sempre de ti necessitouBeije, para que não entre em soporE então, te permitirei voarE voarásE um novo amor encontrarás

Leitor!

Eu poderia chamar-me de poeta,Mas tamanha seria minha arrogância,Comparar meus pobres versos,A tantos outros que viveram e morreramEm favor de filosofar em trechos,Caligrafar sentimentos,Amar através das palavras.Queria eu ter tal talento,Enquanto isso, me vejo no relento,Existindo através de autores que não eu.

Deus ex machina

Inverossimilidade da solução,Falta de uma resoluçãoProblemas maiores que eu,Os quais não posso suportar.Quando será seu apogeu? Máquinas, ideologias, filosofiasTodas, Deus ex machina¹Ineficientes, quanto a tudoPrepotententes, quanto a todosPlacebos funestos, é o que são. Paz, amor, honestidadeÉ o que clamam, tolos.Inexistentes são tais fatores,Em tão corruptas mentes,Tão venenosos pensamentos. Soluções mágicas não existemTão pouco, Deus ex …

Deus ex machina Leia mais »

A brevidade da vida

Vida, o que é a vida?Período de tempo em que o coração ainda palpita?Não, ao meu ver, muito simplista.Então, o que de fato seria?Ah, a vida… ar entrando pelos pulmõesSentimentos e emoções viajando sem interrupções.Viver é muito além do que simplesmente estar vivoÉ a aventura e a incerteza do porvirÉ ter borboletas no estômagoÉ ter …

A brevidade da vida Leia mais »

Redescubra-se

As leituras são parte de quem eu souDesde os gibis de minha infânciaAté as distopias e romances da adolescênciaCada ponto final, de cada texto que já liCompõem hoje o meu “eu”Como ser indivisível de diversos víveresEu não seria eu, sem diversas vezes ter sido o outroOutro, esse, que também só poderia ser vivido uma vezPorque …

Redescubra-se Leia mais »

O Tempo

Ó tempo, cruel e evasivo,Tudo rouba, o que outrora fora,Já não mais sendo.Amizades, coleguismo,Meros desconhecidos.Surrupia os “para sempre”,Que, agora, para sempre se foram.Lembranças de um passado utópico,É o que me resta,Se também estas, não decidir levar.O que mais há de roubar?

Antes social

Preso no tempo, preso no espaçoNão posso me movimentar,Nem sequer avançarProibido de sair, em um presente eterno Há dias não vejo o solAs noites estão mais friasMotivos de estresse, antes,Hoje, saudades minhas. Quem diria, o antissocialClamando por uma social.Uma piada do destino,Com quem dizia não quererCom ninguém se envolver. De tanto se isolaremPela natureza foram …

Antes social Leia mais »

Ah… se ela me notasse

Nessa noite chuvosaFiquei sem o que te dizerSão tantas qualidadesQue é impossível te descrever Me perco procurando inspiraçãoMas acabo de encontrarCom seu rosto estampado em meu coração Hoje queira tanto te dizerQue apesar de pouco eu  conhecerVocê é uma das poucas pessoasQue todos os dias tem o poder de me reviver Eu queria tanto te abraçarPoder …

Ah… se ela me notasse Leia mais »

Era uma vez nas Américas

Era uma vez uma história de quase amorEle, apaixonado, ela nem ligavaEle tentava, ela o ignoravaEle implorava, ela pisavaE ainda assim, ele continuava Ela ordenava, ele obedeciaEla o elogiava, ele sorriaEla fingia, ele acreditavaNo fim, ele a perdoava Ele, América do SulQuem sabe, o BrasilEla, a América do Norte,Prepotente e arrogante Ele, fantoche inerteEla manda …

Era uma vez nas Américas Leia mais »

Confusões e Confissões

Garota o que fizeste comigo?Me deixei levar pela lei da atraçãoE para você entreguei meu coraçãoMas para você eu era só um amigo Mas com o tempo Te mostrei minhas intençõesIsso gerou brigas e discussõesMas era tudo um contratempo Pois nosso beijo foi inevitávelE para mim era inacreditávelA sintonia que eu sentiaE das minhas burradas …

Confusões e Confissões Leia mais »

Prosseguir…

  Quando o planejado Não sai como o esperado É normal ficar irritado Ou se sentir um frustrado   Um erro pode mudar uma história Impedir a conquista de uma vitória Manchar toda uma trajetória E torná-la vexatória   A situação pode ficar desfavorável E seu peso insustentável Mas ela não é imutável E pode …

Prosseguir… Leia mais »

Zumbis Digitais

Que falta nesta geração?… Atenção. Que mais por sua vaidade?… Simplicidade. Que falta mais que liberdade?… Responsabilidade.   É preciso lhes pôr autoridade. Por mais que haja exposição, Num mundo onde não possui Atenção, simplicidade, responsabilidade.   O que precisa para a autoaceitação?… Ilusão. Quem causa tal mal?… Ambição digital. E o pior desta ridicularidade?… …

Zumbis Digitais Leia mais »

Consequência

Se dissesse que me ama  E eu por ironia acreditasse  Em uma outra realidade  Talvez fosse verdade  Talvez agora estivéssemos juntos  Se não fôssemos tão covardes  Teríamos tido um belo encontro  Não apenas de toques  Teríamos entrelaçado nossas almas  Numa bela canção A ecoar além da eternidade

A Estrada

Diante de mim Estendia-se, Uma longa estrada Tão vazia, Tão fria, Solitária Observei as árvores Que se enfileiravam Horizontalmente, Cercando-lhe os lados Com folhas mortas E galhos secos Gritou em mim O desespero De uma vida Desordenada Em meus pensamentos Sem rumo Bem a minha frente Encheu-me os olhos As lágrimas Tão ardentes De um …

A Estrada Leia mais »

Erva Daninha

Como erva daninha Crescia Emaranhado em minhas raízes Crescendo de dentro para fora Sugando toda a minha alma Tomou-me os pulsos E roubou-me a voz Gritou teu nome Dolorosamente Atingindo-me o peito, como uma apunhalada E questionei-me Se poderia eu Amar-te Nas entrelinhas de meu coração Sem acreditar que é um veneno A palavra amor …

Erva Daninha Leia mais »

Minha amiga intensidade

São aqueles pontinhos que te salpicam os olhos e temperam a alma  Às vezes ultrapassam a medida  Mas existem aqueles que preferem sempre transbordar nas palavras  É um longo caminho  De tropeços e joelhos ralados  Que sempre tem que contar com curativos Para os ferimentos de um coração hora ou outra machucado  Não sei como …

Minha amiga intensidade Leia mais »

Preto e Branco

Dê a si mesmo dias felizes, Para que assim possa colorir os dias tristes Seja a luz Que banirá as trevas que habitam o coração de toda a humanidade   Saia do preto e branco Permita-se experimentar todas as possibilidades que a vida tem a lhe oferecer Liberte-se de seus medos e angústias   Momentos …

Preto e Branco Leia mais »

If you have ghosts

A vida é um estado sem sentido De tantos deveres atribuídos, acaba corroído Pertencente a um lugar destruído Que aos poucos é corrompido Você tenta, mas é impedido De alguma forma, tenta desabafar Por causa da alma de um ser entristecido Que no fim, ninguém pode ajudar.

O arrefecer amoroso

Já me cansei de falar sobre o amor Pois fui tomado pela dor Escreverei agora sobre meu sofrimento E sobre as dores que sinto a cada momento Sobre as lágrimas que estão a cair Pois tudo está a decair Quero sair deste mundo Onde um depressivo é considerado um ser imundo Já ouvi dizer que …

O arrefecer amoroso Leia mais »

Deixe-me ir

Deixei ir a parte de mim que ainda te queria Deixei ir através das águas de minha alma, as lembranças às quais eu ainda me agarrava Deixei ir as palavras que se prendiam em minha garganta e me sufocavam o ar Deixei ir as esperanças as quais me prendiam pelos pulsos e me faziam prisioneira …

Deixe-me ir Leia mais »

Doce Assassina em série

Crio personagens E os mato todos os dias Assim que viro a página Ao primeiro raio de sol Quando se vai a madrugada E percebo que o faço Para nutrir em meu peito Essa ausência sua Então me auto nomeio, Uma doce assassina em série De um vago amor.

Olhos cor esmeralda

Sem você aqui apenas tristeza posso sentir; Longe de você só me vejo a decair; Grande é a dor e sofrimento quando me deito; De não poder sentir sua respiração perto do meu peito; De não poder olhar seus olhos cor esmeralda; Pois só eles preenchiam minha alma; Seus olhos não iluminam toda uma cidade; …

Olhos cor esmeralda Leia mais »

Pais e filhos

Alguns pais acham que precisam saber tudo sobre os filhos, sem ao menos ligar para sua privacidade. Outros pais subestimam seus filhos, pensam que eles não conseguem fazer nada. Alguns filhos não ganham o devido respeito dos pais. Mas os pais também sabem quando os filhos estão encrencados e precisam de ajuda. Há situações em …

Pais e filhos Leia mais »

Um sussurro de desespero

Eu sou a Mãe-naturezaque desde o berço te acolhi,dei-lhe o que comer, E o que vestir.Nunca lhe pedi nada em trocaMas, agora, imploroQue todo meu carinhoSeja recíproco.Estou morrendo,Cada dia, sinto-me esvaziandoMinha vida já não é a mesmaMinha flora e fauna estão sofrendoE por mais que eu tente, Sozinha não consigoCom tantos tentando acelerarMeu óbito a …

Um sussurro de desespero Leia mais »

Divino Paraíso

Existe um lugar em que sorrisos não valem nada, Em que sempre há felicidade, E a tristeza é descartada, Em que tudo é verdade, E a verdade não leva a nada. Existe um lugar em que todos são latentes, Em que nada é imperfeito, E que ninguém é indigente, Onde tudo é uma farsa, E …

Divino Paraíso Leia mais »

A primavera está chegando

O inverno é necessário para que a primavera venha. Às vezes, pode parecer impossível, mas a primavera sempre vem, Vem renovar esperanças e anunciar um novo tempo a começar. Tudo pode parecer frio e austero, mas tenha fé, As flores voltaram a florescer.

(Co)Responda-me

Abraça-me e me aperta hoje, Como se nosso último dia fosse… E fala com tua voz doce… Pra essa minha alma carente Que acredita realmente “És meu lado congruente” E por mais que eu evite e tente, Existe lá no fundo da minha mente Um vazio que nem todo mundo sente. Esse vazio só se …

(Co)Responda-me Leia mais »

A (des)crença

Ó, quão grande amor pelo pó Por alguém que tanto desvenera. Pobre o homem que não ama Mas ainda assim é amado Que imagens adora, Mas disso não passam: imagens Imagens nada fazem, Nada operam e muito menos Amam, inúteis Ai daqueles que não amam Condenados estão a uma vida Longe do único, que um …

A (des)crença Leia mais »

Chame por mim

Chame por mim quando as palavras forem escassas e o tempo for curto Chame por mim quanto estiver frio e o medo consumi-lo Chame por mim na escuridão de seu quarto quando as respostas para os seus dilemas pessoais forem vagas Chame por mim quando seus sentimentos estiverem turbulentos e se expressar se torne impossível …

Chame por mim Leia mais »

(Sobre)tudo nada

Envolto no meu mundo  Ativo o mudo  Ligo meu pensamento desnudo  Arranjando palavras, sobretudo  Esquivando do obstáculo pontiagudo  A criatividade no nada, ao invés do tudo 

Ignorância ou racismo

Somos leigos, ora somos leigos, meu caro amigo Tenho fome e tenho sede Tenho desejo Somos leigos, ora somos leigos, meu caro amigo Busco conhecimento Procuro, e procuro Anseio por minha história e não encontro registro Somos leigos, ora somos leigos, meu caro amigo Sou dessa terra estranha Que se esconde atrás de uma máscara …

Ignorância ou racismo Leia mais »

De volta ao escuro.

Você marcou a história, por onde passava em turnê. A pior coisa que eu fiz, foi não te conhecer. Na hora que soube da noticia, estava quase a amanhecer. Eu fiquei em choque, sem saber o que fazer. Mas por que tinha que ser assim? A doença o carregou. Infelizmente, aquele dia você apagou. Alguns …

De volta ao escuro. Leia mais »

Apenas mais uma mulher

Era jovem Tinha pele alva Caminhava sozinha pelas ruas Altas horas da madrugada Usava short curto Mas nunca dizia nada Atravessava a calçada a cada homem que passava Temia a sociedade Cruel, que a julgava Era apenas uma mulher de opinião própria Que andava de cabeça erguida ignorando as opiniões que de promíscua lhe denominava …

Apenas mais uma mulher Leia mais »

In the end.

Estamos aqui, amigo você nos livrava do perigo. Por que acabou assim? Sem nos contar o seu fim. A saudade reina e habita, em nossos corações você fica. A depressão o levou, você foi um dos únicos que esse mundo não sujou. Você faz falta, tanto nos shows quanto na pauta. A sua voz encantava …

In the end. Leia mais »

Soneto de (in)fidelidade

Por ela bateu forte coraçãoSeu mais novo trevo de quatro folhasMundo pequeno, pequenas escolhasSe entregou ao âmago da paixão Seus verdes olhos entrelaçaramQuando aquela bela moça avistouSua admirável beleza flertouAchegando; unidos, abraçaram Já não sentia mais a antiga dorComo bem-te-vis a cantar, louvouAo Deus criador e encantador Alma livre com coração devassoComprometido por agora estavaNeste …

Soneto de (in)fidelidade Leia mais »

Rodeado de pessoas e em solidão profunda… Talvez só queira sua presença, mas você me insulta, Ignorando minha existência e a minha paixão imunda. Assim me afundo nessa vontade adúltera, Na carência de mim mesmo e da atenção sua.   Escuto-me, digo que NÃO. Tudo em um momento vão, Já que quando noto, emergi nessa paixão, …

Leia mais »

Pássaros traídos

Com três dias A primavera adiantou-se Em sua alma baldia O sol está mais radiante No seu céu só alegria   Com três semanas O outono chega De sua alma emana Todo seu mana de incertezas Mas tudo vai bem   Com três meses O inverno é rigoroso As folhas caem E a alegria esvai-se …

Pássaros traídos Leia mais »

Terra Querida

No sul das Minas Gerais, uma urbe pacata A estrela da serra, seu brilho sublime libera Terra de rio homônimo, que ao correr para o mar Anseia em voltar, para seu berço ancestral Em suas montanhas, vermelhos frutos, brancas flores A exalar o doce e forte aroma ali encontrado Conterrâneos de minha terra, boa gente …

Terra Querida Leia mais »

As faces de Suzano

O ocorrido em Suzano, Causado por mais dois humanos, Socialmente insanos Que NÃO cometeram enganos, Mas escolheram,causar tamanho dano Aos inocentes alunos paulistanos. O que vejo?! A cultura do MANO… Agindo do modo muçulmano E executando esse plano, Matando o cidadão URBANO Como se fosse sicrano ou beltrano, Encurtando lhe os anos Com pólvora que …

As faces de Suzano Leia mais »

A Vida Vivida

Ó meu senhor, Escritor eu não sou Apenas um mero ator Nessa enorme peça Peça tal, ora comédia Ora terror ou suspense Vezes protagonista Outras antagonista De minha própria história História essa, peculiar Cujo nome é a VIDA  

Amor Distante

Que seria a distância? Imagine só a dor De quem tem tanto amor Mas é deixado em saudade Que seria esse amor? Se sem colo nem afago Se vê todo jogado Sem ter quem o levante Ai mulher, se soubesses O amor que trago em meu peito Se deixaria em mim Ai menina, se me …

Amor Distante Leia mais »

O Cretino

Ele dá amei nas suas fotos E te chama em chat privado Te acostuma a conversar com ele todos os dias Depois ele te bloqueia ou para de te responder e some Ele é um estúpido ele… Ele te dá “boa noite” com coraçãozinhos Também te chama de “amor” ou “bebê” Diz que você é …

O Cretino Leia mais »

Sou Ateu

E se vieram dos macacos? E se a bíblia for só mais papel? E se quiserem encarar o corão? E se Maomé errou? E se viverem o agora? E se forem seus deuses? E se nem, sequer, houve cruz? E se nem ligarem pro céu? E se deus for, apenas, mais uma das idiossincrasias, à …

Sou Ateu Leia mais »

Jovem

Quero o fim das religiões Dessas que põem grilhões Pois elas não passam, na verdade De ladras da liberdade Eu é que sou livre Não creio em nada Não há o que me prive De minha própria derrocada Sou o vanguardista Crítico da hipocrisia Um jovem ultra modernista O terror da burguesia Dos homens-papagaios, sou …

Jovem Leia mais »

Qual a probabilidade?

Talvez eu não queira, talvez eu queira.  Talvez me abrace, talvez me ignore.  Talvez te abrace, talvez te ignore.  Talvez te odeie, talvez te ame. Talvez te diga, talvez não diga.   Talvez eu corra, talvez eu fique.   Talvez eu chore, talvez eu sorria.   Talvez me ame, talvez me odeie.  Talvez me queira, talvez me recuse.  Talvez te queira, talvez te recuse.   Talvez eu viva, talvez eu morra.   Talvez eu sente, talvez eu fique em pé.   Talvez peça desculpa, talvez não me arrependa.   Talvez eu durma, talvez eu fique acordada.   Talvez eu saia, talvez eu fique em casa.  Talvez eu estude, talvez eu não estude.   Talvez chova, talvez faça sol.   Talvez eu sinta, talvez eu não sinta.   Talvez eu …

Qual a probabilidade? Leia mais »

Apenas um sem caminho

Do breve instante Entre o grito sufocante E o derradeiro suspiro Apenas respiro Em meio à multidão Que me retrai o coração Escuto ecos de vidas Apenas fingidas Inapto para viver Um desvalido a vagar Vago até no falar Alheio a qualquer jeito de ser Existo, perdido e sozinho Apenas um sem caminho

Colorido

Sou o fruto da miscigenação Eu não sou como você Eu não sou como ninguém Sou somente a sua mistura Eu sou inglês, sou português Sou italiano, sou alemão Sou o negro que você escravizou E o sangue que o índio derramou Sou a menina de cabelo rosa O menino de cabelos compridos Sou moço …

Colorido Leia mais »

Último Pedido

Quando eu morrer Diga que eu tentei, Que eu tentei ser forte, Mas não consegui e falhei. Quando eu morrer Diga ao mundo Que vivi cada dor no mais profundo E que no fim não suportei. Quando eu morrer, Se não conseguir dizer nada Apenas fique calada E lembre que sofri enquanto respirei. Quando eu …

Último Pedido Leia mais »

Humanos

Rumam, incertos, para a certeza Humanos, por certo, inescapáveis à natureza Vagam, a crer piamente na solidez Até daquilo que aos seus olhos se desfez E seus passos, incessantes Ora duvidosos, ora confiantes Têm pouco para dizer: Do mundo, conhecem só o sofrer E nos meandros de seus caminhos No interstício do ser e do …

Humanos Leia mais »

Dúvida

Era infindável até que teve fim E não soube lidar com coisa assim Do instante amado restou a lembrança Inquieta a instigar esperança Ressoava em alto brado indagação Que fazer quanto tudo é ilusão? E até mesmo a eterna promessa Se lhe desfez com toda a pressa Se tudo era aurora dourada Ao grande astro …

Dúvida Leia mais »

A Vida Escrita em um “Papel”

Acordar “Estudar” Comer Dormir Três anos passar Se formar Para simplesmente ganhar PAPEL   Qualificar Entrar Trabalhar Se matar Para simplesmente ganhar PAPEL “Ganhar” Trocar Gastar Para assim poder O filho também “estudar” Comer Dormir E recomeçar Todo o ciclo vital PAPELístico   Dessa maneira Mais fácil será Apenas plantar Árvores Para simplesmente ganhar PAPEL

Mundinho

Eu vivo e tenho A tese, o conceito, Sugada do seio Do mundo que creio Sou eu, possuo, detenho Ciência e o conhecimento Minha rocha, meu seixo Fundada, que veio Única apenas do mundo que vejo.   Eu penso Existo vivendo, morrendo Ao SEU pensamento SEU sofrimento Procuro e tento Manter MEU elenco Assim sendo …

Mundinho Leia mais »

O “Gabiru”

Chegou à escola Primeiro dia de aula e já virou muro de São Paulo; Pichado com diferentes letras, códigos e tintas de diversos lados. Ganhou manicure e maquiagens multicores E conheceu toda árvore genealógica familiar Da qual o sobrenome é “T.A.“ Pediu bênçãos a todos estes Ganhando-as para o longo ano que irá passar   …

O “Gabiru” Leia mais »

Poesia – Um toque de amor

Antes que eu fosse poesia Estava na face da menina que sorria E lá tão somente reinava a alegria De quem vive como que por magia Mas o poeta apaixonado Ladrão mal-educado Roubou-me em um beijo demorado Para depois prender no verso rimado E, em palavras orgulhosas, Todas de si tão pomposas Sobrevivo sem reclamar …

Poesia – Um toque de amor Leia mais »

Versos Biográficos

Assim como a grávidaEu nasci em TaubatéSou Monteiro, sou LobatoNeto de Visconde, aquele de Tremembé… De José Bento fui filhoEis dona Olímpia minha mãeA mesma me ensinara a lerA culpada do meu gosto pela leitura florescer Antes eu José RenatoHoje sou Bento Monteiro LobatoJusto por uma tal bengala de inicial gravadaAntes de meu pai e …

Versos Biográficos Leia mais »

Desejos da paixão – Soneto

Alastro-me, ligeira, pelo teu coração Ramifico-me, dos pudores desprovida De toda tua certeza, criarei a dúvida Engana-te, se pensas que terás razão   Podes peregrinar por este vasto mundo Porém, não encontrarás algo tão profundo Que leve à tão desesperada perdição Navegando em turvas águas de ilusão   Não penses que sou o agouro de …

Desejos da paixão – Soneto Leia mais »

Paixão angustiada

Estar ao seu lado Em calorosa paixão mergulhado Põe-me deveras encantado Contudo, angustiado De uma angústia maldita Que me é quase infinita E devasta meu coração A cada inglória sensação Oh, moça proibida Tão bela e sabida Que tira-me a sanidade E deixa apenas saudade Resta-me sonhar Com um futuro distante Em que sou teu …

Paixão angustiada Leia mais »

Anônimos

Existem algumas pessoas que são tão únicas e especiais que marcam nossas vidas. Eu diria que elas transcendem qualquer padrão, modelo ou conceito humano, porque estar ao lado delas é indescritível e inexplicável. Felizmente, não é algo que precisamos entender muito bem, já que o mais importante nesses casos é sentir. Apaixonado pela escrita e pelos …

Anônimos Leia mais »

A flor despetalada

Trinta algozes (Des)Humanos ferozes Contra uma mulher Desprovida de defesa qualquer Nua dopada Oh, flor despetalada Estirada dolorosamente Desalma secamente Inescrupulosos jardineiros Da ignorância prisioneiros Não entendem a natureza Estragam toda a beleza Pétalas a arrancar Uma lancinante dor Lança-se na pobre flor Que pranto se põe a derramar Esses jardineiros que despetalam Esses homens …

A flor despetalada Leia mais »

A-mar

Te amar É como o mar Ser puxado, puxado e puxado Às vezes pra frente, às vezes pro lado Tamanho é o encantamento Que não tem nem cabimento Esqueço até que a onda é forte E que não dá pra contar com a sorte Ora nadando Nesse mar de amor Ora me afogando Em lágrimas …

A-mar Leia mais »

Prisão Liberta

Passam-se horas, dias, Vistes bem Não sais da minha mente, meu coração Tua voz, teu sorriso, teu olhar Teu olhar puro e vivo, cheio de brilho Incontrolável este desejo Esta vontade de te amar Tua calmaria, tua alegria, a inconstância, Faz-me entrar nesta aventura Sem chances de me protestar, Me controlar A noite ao fechar …

Prisão Liberta Leia mais »

Desencanto – Poesia

Beleza que não é bela Dor que não dói Dessa dura ilusão Enraizada no coração Com ela olho, mas não vejo E permaneço em simples cortejo Não pelo puro amar Mas pela incompreensível vontade de encantar Se perguntastes: tu amais? Duvidarei, por razões irracionais E logo acrescentaria Que não passa de fantasia Pois um amor …

Desencanto – Poesia Leia mais »

Será? – Poesia

Trazer produções dos alunos é o objetivo do Mural do IF Connect, principalmente, quando a obra é bela e tocante. Com versos de profundo significado, a aluna Sarah Silva, do 1º Informática A, vem publicar sua poesia, intitulada “Será?”. Será? Talvez seja pelo olhar, ou talvez pelo sorriso. Quando meus olhos te encontram me vem um …

Será? – Poesia Leia mais »

A paródia vencedora

Paródias têm o poder de encantar e transmitir mensagens simultaneamente. E foi pensando nisso que o Instituto Federal do Sul de Minas – Câmpus Machado, através da Área de Linguagens, promoveu o Concurso de Paródias, na quarta-feira, 17/06, na biblioteca, contando com a participação de alunos, professores e funcionários do Instituto. Com paródias extremamente criativas, arrepiantes e …

A paródia vencedora Leia mais »