Gustavo Garcia

Não vale a pena

E das vozes mais um canto… Para quantos? Pouco para tantos A todos meus amores Do intenso ao mais brando. O cego amor foi enxergando. E de cada sonho, fui acordando. Me decepcionando… E com tanto tempo me importando Fui cansando. Não, não é sobre minhas dores Nem mesmo os dessabores. Escrevo sobre as cores …

Não vale a pena Leia mais »

Relações humanas e a empatia

Poucas pessoas conhecem e menos ainda praticam a empatia, descrita no dicionário como “faculdade de entender emocionalmente alguém”. A capacidade de entender os porquês de determinados comportamentos das pessoas à nossa volta, seus sofrimentos e felicidades faz parte da personalidade de uma pessoa empática, mas separar opiniões pessoais e julgamentos sobre as atitudes dos outros …

Relações humanas e a empatia Leia mais »

Os aspectos do inexplicável

O dicionário define amor como um sentimento de forte afeição entre pessoas, todavia, o senso poético exige um pouco mais de emoção. Pode-se dizer que tal sentimento reside em sua maioria entre casais, mesmo que presente em outros ambientes. Os apaixonados tendem a vê-lo de forma extremamente melosa, ou por outro lado, caso não correspondido, …

Os aspectos do inexplicável Leia mais »

A cultura do ignorar

É notável o problema do brasileiro em não encontrar conteúdos culturais ou em não procurar. A cultura é considerada quase uma regalia de ricos e privilegiados. Esse fato é justificado de diversas formas e possui abordagens bem divergentes sobre quem é o “responsável” e como poderia resolvê-lo. É comum responsabilizar o Estado pela falta de …

A cultura do ignorar Leia mais »

(Co)Responda-me

Abraça-me e me aperta hoje, Como se nosso último dia fosse… E fala com tua voz doce… Pra essa minha alma carente Que acredita realmente “És meu lado congruente” E por mais que eu evite e tente, Existe lá no fundo da minha mente Um vazio que nem todo mundo sente. Esse vazio só se …

(Co)Responda-me Leia mais »

Rodeado de pessoas e em solidão profunda… Talvez só queira sua presença, mas você me insulta, Ignorando minha existência e a minha paixão imunda. Assim me afundo nessa vontade adúltera, Na carência de mim mesmo e da atenção sua.   Escuto-me, digo que NÃO. Tudo em um momento vão, Já que quando noto, emergi nessa paixão, …

Leia mais »

As faces de Suzano

O ocorrido em Suzano, Causado por mais dois humanos, Socialmente insanos Que NÃO cometeram enganos, Mas escolheram,causar tamanho dano Aos inocentes alunos paulistanos. O que vejo?! A cultura do MANO… Agindo do modo muçulmano E executando esse plano, Matando o cidadão URBANO Como se fosse sicrano ou beltrano, Encurtando lhe os anos Com pólvora que …

As faces de Suzano Leia mais »

Esse Eu Seu 2

Na persona que você fez crescer, Agora pergunto-me sem entender: O que isso vem a ser? E, de modo que parece até viver, O Eu responde que para o compreender Teria que completamente deixar-me e esquecer Aquele antigo ser Que não se permitia crer, E dessa forma deixar, ele, o Eu vencer Não negando mais …

Esse Eu Seu 2 Leia mais »

Esse eu seu

Logo eu? Lastimável esse caso que me aconteceu, Era livre, agora me prendeu. Incalculável o tamanho disso que ergueu, Rebuscado modo de tornar-me seu, Bastou, apenas, transformar-se em deus para um ateu. Agora logo eu? Garantido em meu ceticismo, agora crendo em ti, meu deus!   Gerou em mim um novo eu? Seu? Aquele cético …

Esse eu seu Leia mais »

O Cretino

Ele dá amei nas suas fotos E te chama em chat privado Te acostuma a conversar com ele todos os dias Depois ele te bloqueia ou para de te responder e some Ele é um estúpido ele… Ele te dá “boa noite” com coraçãozinhos Também te chama de “amor” ou “bebê” Diz que você é …

O Cretino Leia mais »

O Plágio

Em toda a história da humanidade, sempre existiu nos seres humanos uma grotesca necessidade de ter, mas talvez tal ideia nunca tenha ocorrido com tanta força como atualmente. A sociedade não se prende apenas a ter coisas, mas também possui pessoas e pensamentos. Se as pessoas já não se importam em ser quem realmente são, …

O Plágio Leia mais »

Apenas mais uma página?!

Há na nossa galáxia, sempre, aqueles autores que acham que podem assassinar seus personagens. Onde a revolta cresce do âmago e brota tão alta quanto um arranha-céus, venho aqui instigá-los a participar de tal movimento cujo foco é mostrar todos os sentidos de massacrar personagens. Pesquisas comprovam que os autores mais homicidas do mundo são …

Apenas mais uma página?! Leia mais »

Sou Ateu

E se vieram dos macacos? E se a bíblia for só mais papel? E se quiserem encarar o corão? E se Maomé errou? E se viverem o agora? E se forem seus deuses? E se nem, sequer, houve cruz? E se nem ligarem pro céu? E se deus for, apenas, mais uma das idiossincrasias, à …

Sou Ateu Leia mais »

“Ninguém” é uma Função

Hoje, Ninguém acordou e optou por pegar o segundo ônibus, mesmo que nunca o tivesse feito, escolheu assim conhecer aquele(s) motorista/cobrador/passageiros, mas o que isso efetivamente mudaria na vida? Ninguém pegou o ônibus da mesma maneira que sempre aliás, chegou aonde deveria como sempre e lá desempenhou seu “papel”, como deveria. Aparentemente, nada mudou na …

“Ninguém” é uma Função Leia mais »

Carta ao Meritíssimo Judiciário

Machado, 17 de Abril de 2018   Estimado aos queridos, Que magnificamente (bem pagos) desempenham a “Justiça” brasileira no judiciário/STF. Venho lamentar-me e prestar minhas condolências ao casos de aviões de cocaína que decolam da fazenda do ministro da fazenda. Sinto muito, minhas desculpas a vocês judiciários competentemente (cegos), ao julgá-los como parciais no caso …

Carta ao Meritíssimo Judiciário Leia mais »

A Vida Escrita em um “Papel”

Acordar “Estudar” Comer Dormir Três anos passar Se formar Para simplesmente ganhar PAPEL   Qualificar Entrar Trabalhar Se matar Para simplesmente ganhar PAPEL “Ganhar” Trocar Gastar Para assim poder O filho também “estudar” Comer Dormir E recomeçar Todo o ciclo vital PAPELístico   Dessa maneira Mais fácil será Apenas plantar Árvores Para simplesmente ganhar PAPEL

Mundinho

Eu vivo e tenho A tese, o conceito, Sugada do seio Do mundo que creio Sou eu, possuo, detenho Ciência e o conhecimento Minha rocha, meu seixo Fundada, que veio Única apenas do mundo que vejo.   Eu penso Existo vivendo, morrendo Ao SEU pensamento SEU sofrimento Procuro e tento Manter MEU elenco Assim sendo …

Mundinho Leia mais »

O “Gabiru”

Chegou à escola Primeiro dia de aula e já virou muro de São Paulo; Pichado com diferentes letras, códigos e tintas de diversos lados. Ganhou manicure e maquiagens multicores E conheceu toda árvore genealógica familiar Da qual o sobrenome é “T.A.“ Pediu bênçãos a todos estes Ganhando-as para o longo ano que irá passar   …

O “Gabiru” Leia mais »